Imagem digital e impacto no real

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Muito se discute se aquilo que é dito no universo digital pode provocar impactos na imagem e reputação de pessoas, marcas e empresas. Os debates seguem basicamente duas vertentes. A primeira considera que o impacto é pequeno, visto que as redes sociais e blogs não possuem credibilidade suficiente para influenciar positiva ou negativamente. A segunda considera que sim, já que a escala e o alcance que uma informação gerada no universo digital seria suficiente para construir ou destruir.

Particularmente, tendo a acreditar mais na segunda vertente. Por mais que os veículos de comunicação se mantenham como importantes formadores de opinião, as redes sociais vem ganhando espaço como fonte de informação. Claro que podemos qualificar essa informação, mas é fato que as pessoas consomem informação por meio dessas redes, sejam informações falsas ou não.

Para embasar meu minha crença gosto de usar como o exemplo a JBS e uma de suas principais marcas, a Friboi. Por muito tempo circulou (e ainda circula) nas redes sociais que o filho do ex-presidente Lula seria um sócio oculto da companhia. A informação não procede e já foi desmentida pela companhia várias vezes. Porém, a sensação que se tem é de que a informação é verdadeira e que levará algum tempo para que isso mude, mais ou menos o que acontece com o hambúrguer de minhoca do McDonalds.

Não estar e não considerar o universo digital na estratégia de construção de marcas e da reputação de empresas pode gerar consequências inimagináveis. Planejar a atuação nesse universo é fundamental, mesmo que a alta direção das companhias não acredite e insista em se manter apenas na mídia tradicional.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *